Capa - Titanic Pelo Mundo

TITANIC pelo MUNDO

TITANIC pelo MUNDO

O Titanic em 2016 completou 104 anos, nesse período o Titanic ganhou tributos em várias partes do mundo, fazendo com que a sua história permaneça viva para as próximas gerações. O nome do navio já reproduzido em filmes, peças, museus, exposições, monumentos, peças de teatro, musicais, documentários, livros e muito mais, a história do navio dos ricos e poderosos que naufragou em sua viagem inaugural fascina as pessoas desde que foi confirmado o seu naufrágio em 18 de abril de 1912.

Barra - 100 Anos

As maiores homenagens ao Titanic aconteceram em 2012, quando a trágica história do navio completou cem anos, com isso vários países fizeram homenagens ao navio e as vítimas da tragédia.

Belfast.jpg

A maior homenagem ao Titanic foi em sua terra natal, em Belfast na Irlanda do Norte foi inaugurado o maior museu sobre o Titanic do mundo. O Titanic Belfast conta com galerias com hologramas, réplicas de ambientes do navio, documentos históricos da cidade de Belfast no período de construção do Titanic e exposições interativas.

Titanic Belfast

Titanic Belfast

O Titanic Belfast acabou se tornando o principal local dos turistas em conhecer e ficar mais perto do Titanic, pois além do museu o turista pode conhecer o antigo prédio dos estaleiros de Harland and Wolff onde o navio foi projetado, como também conhecer a doca seca onde o navio foi finalizado e por fim é possível visitar o SS Nomadic, que é o último navio da White Star Line ainda existente, o pequeno navio foi construído para apoiar o Titanic no embarque dos passageiros. Todos esses fatores contribuíram para que a cidade recebesse cerca de 450 mil visitantes por ano.

Titanic Pelo Mundo 11

Além do museu o governo da Irlanda do Norte recuperou toda a região portuária onde o Titanic e os seus irmãos foram construídos, a região ficou conhecida como Bairro do Titanic.

Titanic Quarter

Acima vemos a área total do complexo Titanic Quarter, toda a região foi urbanizada e restaurada se tornando o maior projeto de empreendimentos a beira mar da Europa.

O Complexo Titanic Quarter conta com edifícios comerciais e residenciais e conta com o novo parque tecnológico da Irlanda. Os edifícios foram nomeados em relação ao Titanic, como o Titanic Studios, que é o maior estúdio de cinema da Europa, o Titanic Exhibition Centre que é um centro de convenções e a White Star House, um prédio voltado para as áreas de negócio.

Titanic Quarter

Barra

Barra

Algumas cidades que homenagearam o Titanic:

Lahardane

Na cidade Lahardane na Irlanda foi erguido um belíssimo busto de bronze dourado representando a proa do Titanic. Da pequena aldeia quatorze pessoas embarcaram na terceira classe do Titanic, mais somente três sobreviveram, o monumento foi inaugurado em 2012 junto com as celebrações do centenário do Titanic, além da proa do Titanic foram instalados estátuas em tamanho real representando os antigos moradores da aldeia indo em direção ao Titanic.

Titanic Pelo Mundo 1

Tributo de Lahardane

Southampton

Em Southampton no Reino Unido foi inaugurado também em 2012 o museu SeaCity Museum, que conta a relação do Titanic com a cidade, o museu oferece um conceito diferente dos demais relacionados ao Titanic, pois ele foca em como o mundo conta, reconta e, algumas vezes, mostra completa obsessão pela saga do transatlântico. O Titanic partiu do porto de Southampton no dia 10 de abril de 1912, foi a última parada do gigante dos mares antes da partida para a América.

Titanic Pelo Mundo 2

SeaCity Museum

A principal área de SeaCity Museum conta a história do impacto sobre o naufrágio do Titanic em relação a cidade de Southampton, pois cerca de 500 famílias da cidade perderam um familiar na tragédia. Ao centro do salão o visitante se deslumbra com a exposição de uma réplica em escala 01:25 do navio, o museu oferece exposições interativas onde são dadas uma visão geral sobre a vida da tripulação a bordo do Titanic, onde muitos dos quais eram moradores de Southampton.

Titanic Pelo Mundo 3.jpg

Ainda no museu é possível chegar perto do belíssimo relógio que decorava o último deck da Escadaria de proa do Olympic, o relógio que foi retirado do irmão mais velho do Titanic quando ele foi desmontado em 1935 e está em perfeito estado de conservação. Na imagem abaixo podemos o relógio do Olympic hoje na imagem a esquerda com um painel ao fundo que retrata uma imagem da escadaria do Titanic, já na imagem a direita o relógio origial fabricado especialmente para o Titanic e para o Olympic.

Titanic Pelo Mundo 17.jpg

A cidade de Southampton conta com 17 locais que homenageiam o Titanic, seja museus, memoriais e bares, sendo a cidade com mais tributos ao famoso navio. O monumento mais conhecido é o Titanic Engineers Memorial em homenagem aos membros da tripulação e aos operários que morreram no Titanic. O monumento feito em granito e bronze foi inaugurado em 22 de abril de 1914 com a presença de cem mil pessoas.

Titanic Pelo Mundo 4.jpg

Titanic Engineers Memorial

Só em relação aos memoriais existe 1.160 espalhados por 34 países

Pigeon Forge.jpg

Nos Estados Unidos existem dois museus com o mesmo nome que é o Titanic Museum Attraction, um fica  na cidade de Branson no estado de Missouri, o segundo fica em Pigeon Forge no estado de Tennessees. Ambos são de propriedade de John Joslyn, que liderou a primeira expedição aos destroços do Titanic em 1987. Os museus foram inaugurados entre 2006 e 2009.

Titanic Pelo Mundo 5.jpg

Os dois museus possuem a mesma arquitetura, representam parte do navio, e as características originais do Titanic foi levada em consideração pelos engenheiros.  Ambos os prédios se destacam no horizonte.

Titanic Pelo Mundo 6.jpg

Entrada do museu de Pigeon Forge

Em ambos os visitantes podem conhecer mais sobre a história e sobre o naufrágio do Titanic, como também conferir a exposição de cerca de 400 artefatos do famoso navio, que ficam exibidos em uma galeria que foi decorada inspirada no salão de jantar da primeira classe do Titanic.

Titanic Pelo Mundo 7.jpg

Exposição dos artefatos do Titanic

Titanic Pelo Mundo 8.jpg

Ainda é possível visitar réplicas das instalações do Titanic, como a famosa Escadaria da primeira classe. Durante a visitação pelo museu o visitante recebe um bilhete de embarque contendo o nome real de um passageiro e a classe em que viajou. Os turistas conhecem as histórias individuais de vários passageiros e ao final do passeio, no espaço Titanic Memorial, o visitante vai descobrir se a sua ou o seu passageiro sobreviveu ao naufrágio.

Titanic Pelo Mundo 9.jpg

Cartões que os visitantes recebem chegarem no museu

Washington

Em 1931 foi erguido um monumento em Washington, titulado como Women’s Titanic Memorial (Memorial das Mulheres do Titanic), a imagem de dez metros de altura representa um homem com os braços estendidos. O monumento foi inaugurado em 26 de maio de 1931 em memória as vítimas do desastre do RMS Titanic e em homenagem aos homens que deram suas vidas pelas das suas mulheres e crianças. No filme Titanic de 1997, o diretor James Cameron retratou o monumento na famosa cena onde Leonardo Di Caprio e Kate Winslet imitam, a pose da estátua na proa do transatlântico.

Titanic Pelo Mundo 10.jpg

Memorial das mulheres do Titanic

   krb26m  lylmvg

Orlando.jpg

Em Orlando existe a Titanic The Experience, que é mais um museu dedicado ao Titanic, onde é possível visitar instalações do navio como a Escadaria da primeira classe. Para ajudar no passeio todos os funcionários do museu contam a relatos do navio e curiosidades, e estão vestidos com trajes de época.

Titanic Pelo Mundo 12

Curitiba.jpg

O Brasil também está na lista de países que homenagearam o Titanic ao longo desses 104 anos, é aqui onde está uma das mais perfeitas réplicas do Titanic. A maquete foi feita pelo curitibano Rodrigo Piller, criador do blog Titanic em Foco que é parceiro do Titânicos em Ação e um dos mais completos blogs brasileiros dedicados ao Titanic.

Titanic Pelo Mundo 13

A maquete na escala 1:100, foi construída entre maio de 2014 a abril de 2016, um trabalho que consumiu 2.500 horas de mão de obra. A maquete é composta por 8 mil peças e contém 700 luzes internas. O trabalho do Rodrigo ainda conta com recriações de alguns momentos reais da partida do Titanic em 1912, saiba mais na reportagem abaixo que ele deu a RPC TV afiliada da TV Globo:

China

Na China o Titanic vai ganhar uma réplica em tamanho real para ser a principal atração de um parque temático que vai ser construído em Sichuan. O parque terá um museu e uma simulação de naufrágio para dar aos visitantes a sensação angustiante do desastre de 1912.

O parque deverá ser inaugurado em 2016 e vai custar 165 milhões de dólares. A região onde ele será construído fica a 1,5 mil km de distância do Oceano Pacífico. A cerimônia de apresentação do projeto contou com a presença do ator Bernard Hill, que interpretou o capitão Edward Smith no filme “Titanic”, de 1997.

Titanic Pelo Mundo 18.jpg

Cerimônia de apresentação com o ator Bernard Hill do filme Titanic de 1997

Ele disse que a construção de um parque baseado na tragédia que resultou na morte de mais de 1.500 pessoas não é inadequada. “O tema é abordado de forma muito delicada e sensível, e os organizadores são muito conscientes da extensão daquele desastre”, declarou Hill à agência Reuters.

Acima o vídeo da coletiva de imprensa para a divulgação do parque.

De acordo com Su Shaojun, presidente-executivo da Seven Star Energy Group Investment , que financiou o projeto,  o simulador vai permitir que as pessoas possam sentir a dimensão do naufrágio.

“Quando o navio bate em um iceberg ele vai sacudir e afundar”, disse. Ele explicou que efeitos de som e luz vão dar aos visitantes a sensação da água invadindo o Titanic.

“Nós achamos que vale a pena espalhar o espírito do Titanic. O amor universal e sentido de responsabilidade demonstrado durante o naufrágio representam a riqueza espiritual da civilização humana”, disse o empresário.

Dubai

Vem aí um novo parque temático! A Disney, Universal e a Lionsgate já possuem os seus, agora é a vez da 20th Century Fox que pretende inaugurar dois até 2018. Um deles será na cidade de Dubai. 

Titanic Pelo Mundo 19.jpg

Perspectiva do parque temático da Fox.

Titanic Pelo Mundo 20

20th Century Fox World Dubai, que contará como seus concorrentes  atrações temáticas, restaurantes, lojas e ambientações inspiradas nos filmes e programas de TV do estúdio, como Alien, O Predador, A Era do Gelo, Rio, Planeta dos Macacos, Uma Noite no Museu, Os Simpsons e o consagrado Titanic.

Titanic Pelo Mundo 21.jpg

Perspectiva das atrações do parque, o Titanic é visto no canto esquerdo.

Com cerca de 303.525 metros quadrados, e avaliado em mais de 850 milhões de dólares, o parque espera receber 3 milhões de visitantes só no primeiro ano. Este não será o primeiro parque temático da Fox. O estúdio abrirá o seu primeiro na Malásia em 2017.

Barra

Titanic em filmes, peças de teatro, musicais e exposições

O Titanic também é tema de diversas exposições permanentes e temporárias em vários museus pelo mundo, a exposição Titanic: The Artifact Exhibition, já passou por várias cidades entre San Diego, Las Vegas, Genebra e várias outras cidades. A exposição que oferece várias réplicas dos ambientes do navio como a Escadaria da primeira classe, Palm Court Café e cabines de primeira e terceira classe, além de contar com a exibição de mais de 200 artefatos retirados dos destroços do Titanic, que vai desde a tampas de pasta de dentes, pratos, sapatos, partes da estrutura do navio e muito mais.

Titanic Pelo Mundo 14.jpg

A exposição também aconteceu no Brasil, na cidade de Porto Alegre no Barra Shopping em 2011, o mesmo padrão internacional foi trazido para que os gaúchos pudessem conhecer mais sobre a história do Titanic.

Titanic Pelo Mundo 15.jpg

Exposição dos artefatos

Filme Titanic.jpg

Quando pensamos em Titanic, logo vem a mente a história de amor de Jack Dawson e Rose DeWitt Bukater, com o consagrado filme Titanic de 1997. O longa dirigido por James Cameron e protagonizado por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet se tornou febre nos anos 90, onde 400 milhões de pessoas assistiram e o tornaram o filme mais assistido e lucrativo da história do cinema. Com o sucesso do filme, o interesse pelo Titanic intensificou-se ainda mais e fez surgir centenas de livros, estudos, debates e novas teorias a respeito da causa do naufrágio. O mesmo filme foi relançado em 2012 na versão 3D em comemoração ao centenário do navio, esses e outros eventos contribuem em manter a lenda do Titanic viva.

51

Além do filme de James Cameron o Titanic já foi protagonista em cerca de 81 filmes. Além dos filmes a história do navio foi retratada em várias peças de teatro e musicais, o musical Titanic the Musical estreou em 23 de abril de 1997, no Teatro Lunt-Fontanne, da Broadway, onde permaneceu em cartaz por dois anos e realizou mais de 800 sessões. Ao longo dos anos o musical tem ganhado novas versões e reformulações.

Com música e letras de Maury Yeston e texto de Peter Stone, “Titanic” foi premiado nas cinco categorias em que foi indicado no Tony (Melhor Musical, Livro de um Musical, Orquestração, Trilha Sonora Original e Cenografia).

O musical foi refeito em 2012 em comemoração ao centenário do Titanic, só que dessa vez foi produzido as margens do lago Thunerseespiele na Suíça. O cenário ocupava uma área de 4.500 metros, contava com uma réplica da proa do navio de 19 metros de altura, que era o tamanho da chaminé original do Titanic, a “proa” girava ao decorrer da peça, que foi assistido por cerca de 2.700 mil pessoas.

Titanic Pelo Mundo 16.jpg

O ramo hoteleiro também se aproveitou do luxo e o glamour que cerca o nome Titanic, hoje existem três hotéis que tem o Titanic como sua fonte inspiradora. O Hotel White Swan que fica no Reino Unido conta com peças originais do Olympic que é o irmão mais velho do Titanic, quando o Olympic foi desmontado em 1935 seus itens de decoração foram leiloados.

Hotel

Então os proprietários do Hotel White Swan arremataram partes do Lounge e da Escadaria principal do Olympic, todas as peças foram instaladas no grande salão de eventos. Hoje o hotel recebe milhares de pessoas interessadas em chegar perto de qualquer coisa que tenha haver com a história do Titanic.

Hotel White Sawn 1

Insira uma legenda

As peças que vemos acima são únicas no mundo, pois tudo que havia no Titanic e no Olympic foram projetados e fabricados especialmente para os navios, ou seja são peças únicas no mundo.

Titanic Hotel.jpg

A rede Titanic Hotels, só oferece hotéis de alto luxo em várias cidades da Turquia e da Alemanha. A ideia de um hotel com o nome do famoso navio veio a partir do primeiro hotel da rede que foi o Titanic Beach Lara situado na cidade de Antalya na Turquia, o hotel inaugurado em 2003 com a forma de um grande navio e logo caiu no agrado do público.

Titanic Hotel 2.jpg

Titanic Beach Lara – Antalya (Turquia)

Hoje a rede conta com 09 hotéis na Turquia e 03 hotéis na Alemanha.

Titanic Hotel 3

Na cidade de Liverpool foi inaugurado em 2014 o 30 James Street – Home of Titanic, um hotel de luxo, que foi instalado na antiga sede da White Star Line que era a proprietária da Titanic. O prédio recebeu um investimento de 5 milhões de libras, para receber 210 hospedes distribuídos em 64 quartos além de um spa de luxo.

Titanic Hotel 5.jpg

30 James Street – Home of Titanic – Liverpool

Ainda em Liverpool foi inaugurado outro hotel com o nome do Titanic, o Titanic Hotel Liverpool, que fica localizado na antiga área portuária da cidade, o prédio histórico foi totalmente restaurado para acomodar 153 quartos, o luxo e o conforto são as principais características do hotel. Esse, porém teve seu nome escolhido somente pela ligação do Titanic com a cidade.

Titanic Hotel 4.jpg

Titanic Hotel Liverpool

Existe uma disputa em relação aos hotéis de Liverpool utilizarem o nome Titanic, mais até a presente data nenhum acordo foi feito entre os dois hotéis.

Esses são alguns lugares em que podemos conhecer e ficar mais perto da história do lendário Titanic, cada lugar é de fundamental importância para que a lenda do Titanic permaneça viva para as próximas gerações. Mesmo mais de cem anos após o seu naufrágio o Titanic consegue mexer e aguçar a curiosidade das pessoas.

Capa - Titanic Pelo Mundo

Final Postagem

Capa - Titânicos em Ação - 06 anos

06 Anos

Titânicos em Ação 06 Anos

Em 03 de março de 2016 o Titânicos em Ação completa 06 anos de criação, a ideia de um blog dedicado ao Titanic veio após algumas pesquisas frustradas do até então desconhecido para mim RMS Titanic, na grande maioria não encontrava material sobre a história do navio mais somente relacionado ao filme de James Cameron, foi a partir dai onde despertou a vontade de conhecer e compartilhar a história do lendário Titanic.

O grande dilema foi encontrar o nome para o blog, vários palpites passaram pela mente desde “Titanic a lenda”, “Blog do Titanic” e “O legado do Titanic”, mais nenhum deles se encaixava na ideia do blog, que era para ser um tributo permanente sobre o navio, então veio à mente Titânicos em Ação, tendo como ideologia uma fonte de conhecimento para os titânicos de todas as partes do mundo.

Evolução das marcas

A evolução da marca Titânicos em Ação

Tivemos a nossa primeira postagem publicada em 07 de março de 2010 com o título Diferença do Titanic para seus Irmãos, que se mantém até hoje, a postagem descreve as principais diferenças entre os navios da Classe Olympic. O nosso primeiro lema foi “Tudo sobre o Titanic e os maiores navios do mundo”.

Titânicos em Ação 2

Passamos por um período abrangendo o mundo marítimo como um todo, com isso lançamos a série “Semana dos Gigantes” e “Gigantes do Mares”, o que contribuiu para que o blog perdesse o foco para o qual foi criado. A série Gigantes do Mares se transformou em um documentário em parceria com a AM Estúdios sobre os maios navios do mundo.

Series

Essas séries foram removidas do nosso acervo durante a nossa reformulação em 2014, onde mantivemos somente as postagens relacionadas ao Titanic.

Como tinha interesse em saber mais detalhes do interior do Titanic criei a Série Luxos do Titanic em 2011, para descrever de forma descomplicada e rica em detalhes os ambientes do navio, a principio seria uma série curta de 02 meses, mais com tempo as postagens da série se tornaram as mais acessadas do blog, a primeira postagem publicada foi sobre a Escadaria de Proa que já passou por várias atualizações ao longo desses seis anos.

Series 2

A série se mantém até os dias de hoje, seja com a atualização do que já foi publicado ou com a descrição de um ambiente novo, já publicamos sobre quase todos os ambientes da primeira classe e a meta para 2016 é completar a terceira e a segunda classe.

Série Luxos do Titanic

Algumas postagens da Série Luxos do Titanic

Nos primeiros meses de vida recebemos cerca de 20 mil acessos, o que foi muito gratificante e até surpreendente de ver como o Titanic é assunto que desperta o interesse das pessoas. O que mais motiva a continuar é o feedback dos titânicos espalhados pelo mundo a fora, e para conhecer o nosso público criamos o “Você no Titânicos em Ação” para ser um canal com os nossos leitores.

Você no Titânicos em Ação

Em 2012 o ano do centenário do Titanic participamos ativamente na cobertura das solenidades do centésimo aniversário do navio mais famoso do mundo, para isso a Série de postagens sobre o Centenário do Titanic com a cobertura completa dos eventos relacionados ao navio. Em 2012 o Titanic ressurgiu sendo o centro das atenções da mídia mundial, vários documentários, livros, novas teses e filmes foram lançados, foi mais um pico onde despertou o interesse das pessoas.

TITANICOS 2012 HEADE

Banner do blog para o ano de 2012

Barra - 100 Anos

Passamos uns dois anos completamente parados, somente em 2014 foi que as atividades do blog voltaram com força total, foi a partir daí onde posso afirmar que o Titânicos em Ação amadureceu, se consolidou e ganhou a cara que tem hoje, com uma nova identidade visual e um novo conceito na metodologia das postagens, passamos por uma reformulação de todas as postagens publicadas com o objetivo de focar só no Titanic.

insta

2016 completamos 06 anos de criação, e é uma honra e uma motivação em ver como o material aqui publicado pode ajudar em a manter a história do Titanic viva para as próximas gerações, para isso muita leitura e muita pesquisa são necessárias para manter a credibilidade e a seriedade que construímos nesses 06 anos.

Hoje recebemos milhares de acessos diários de várias partes do mundo, estamos nas redes sociais Facebook, Instagram e YouTube e podemos ver o interesse e o fascínio das pessoas em relação ao Titanic, podemos dizer que isso é o que motiva fazer o Titânicos em Ação acontecer. Cada postagem publicada foi redigida e pesquisada com muito empenho e dedicação para que você possa entender e se deslumbrar com a história do lendário RMS Titanic, afinal como diz o nosso lema “Somos fascinados pelo Titanic”

Parabéns ao Titânicos em Ação e obrigado a você leitor do blog. 

sala-de-leitura-01

Capa - Titânicos em Ação - 06 anos

Final Postagem

Capa - Terceira Classe

3ª Classe

Terceira Classe – Série Luxos do Titanic

Quando Bruce Ismay assumiu a gestão da White Star Line em 1904, ele queria lançar a nova classe de navios da companhia, com o objetivo de surpreender a todos, desde tamanho, espaço, luxo e tecnologia, na verdade a ideia de Ismay era criar um novo conceito em transatlânticos. Então foi lançada a Classe Olympic, com o Titanic, Olympic e Britannic, que foram desenhados para impressionar a todos os passageiros independente da classe social em que estivesse viajando.

Olympic Class Ship

Classe Olympic – Crédito Desconhecido

O foco dos navios eram sem dúvidas os milionários que se hospedariam na primeira classe, porém os gigantes dos mares também foram elaborados para agradar até os humildes passageiros da terceira classe, que por sinal tinha instalações consideradas de alto padrão comparadas as de certos navios da época.

Titanic a lenda que rompe decadas 3Acima vemos alguns dos ambientes da primeira classe do Olympic e do Titanic a primeira classe era uma verdadeira obra de arte, cada espaço foi elaborado para surpreender com luxo, conforto e usabilidade, para saber mais sobre as instalações da primeira classe conheça a nossa Série Luxos do Titanic.

Barra - Luxos do Titanic

Os passageiros mais humildes na sua grande maioria imigrantes era um nicho de negócio muito lucrativo naquela época, esse era mais um ramo que a White Star Line pretendia alcançar com seus novos navios, visando aqueles que queriam uma nova vida na América em busca de uma nova vida, e o Titanic acabou se tornando o sonho de consumo desses passageiros. Acima de tudo o gigante foi designado aos ilustres membros da alta sociedade para passar férias, negócios na América ou simplesmente pelo fato de participar da viagem inaugural do maior navio do mundo.

Partida do Titanic

O Titanic deixando Southampton

A terceira classe embarcou no famoso navio após uma série de medidas de controle de imigração, uma exigência dos Estados Unidos, os 706 passageiros de terceira classe tinham tudo para esperar o melhor da viagem, suas instalações ficavam nos Decks inferiores, porém o projeto da Classe Olympic foi tão bem elaborado que as instalações da terceira classe eram consideradas de alto padrão comparadas as de certos navios da época. Viajar na terceira classe do Titanic era o sonho de qualquer imigrante, a passagem incluía todas as refeições o que fazia da viagem uma verdadeira colônia de férias, comparando com a triste realidade de pobreza em que a maioria vivia.

Passagem - Terceira Classe

A White Star Line ao longo dos anos vinha quebrando os padrões relacionados a terceira classe, seus navios eram projetados para agradar a todos os passageiros, o projeto da Classe Olympic especificamente o Titanic apresentava esse novo conceito de uma forma mais evidente, o navio oferecia cabines reservadas para, duas, quatro, seis, oito ou dez pessoas, ideal para uma família ou um casal viajar com mais privacidade, restaurante arejado, salão de convivência, salão de fumo e uma área de passeio junto ao castelo de popa. Um novo conceito no que diz respeito a terceira classe, quando comparado aos navios da concorrência, que ofereciam somente um grande espaço onde as camas eram amontoadas e apenas um salão para as refeições.

Terceira Classe - Acomodações

Acima vemos alguns ambientes da terceira classe, sendo o primeiro uma cabine para quatro pessoas, ao meio o salão de convivência e a esquerda o salão de jantar.

As cabines da terceira classe eram localizadas nas extremidades do navio, a popa (trás) era reservada às famílias e as mulheres solteiras, já a proa (frente) era para os homens solteiros e os que estavam viajando sozinhos, no Titanic havia a vantagem de poder dividir uma cabine com familiares ou amigos conhecidos.

Cabines Terceira Classe - Localização

Acima vemos a uma ideia da localização das cabines da terceira classe.

Modelo de Cabine de Terceira Classe

Acima vemos uma réplica da cabine da terceira classe do Titanic em uma exposição sobre o navio na França.

No Deck F ficava o espaçoso salão do restaurante da terceira classe(destaque verde abaixo), era divido em dois salões separados pelo duto da chaminé, ambos os lados contavam com vista para o oceano pelas portinholas.

Localização - Restaurante - Terceira Classe

Acima vemos parte da planta baixa do Deck F onde ficava o restaurante da terceira classe no destaque em verde.

A decoração do salão era menos rica em detalhes em relação as acomodações da primeira classe obviamente, mais mesmo assim era uma decoração moderna e podemos dizer suntuosa comparando com a realidade dos passageiros, e com os navios da concorrência. O jantar servido em 14 abril de 1912 (noite do naufrágio) consistia em sopa de arroz, pão, biscoitos, carne assada com molho, milho doce e batatas cozidas, seguido de pudim de ameixa, molho doce e frutas.

 Restaurante - Terceira Classe

Acima vemos uma parte do restaurante da terceira classe arrumado para os passageiros, a foto na verdade é do Olympic, pois não foram feitos registros do Titanic, devido a antecipação da sua viagem inaugural.

Deck C - Área da Terceira Calsse

Imagem acima retrata parte da planta baixa do Deck C onde no destaque colorido podemos ver a área destinada a Terceira Classe, a área 1 era destinada aos maquinários e as áreas 2 e 3 são das demais classes.

Havia também um Salão de Convivência (destaque vermelho acima) e um Salão de Fumo (destaque verde acima) que ficavam no Castelo de Popa no Deck C um ao lado do outro, no lado de estibordo (direito) ficava o Salão de Convivência com painéis de pinho pintado de branco e equipado com bancos e cadeiras de teca, não havia mobiliário com estofados ou tecidos da terceira classe para evitar a proliferação de piolhos entre os passageiros, o piso de linóleo floral colorido seguindo a tendência da época, nas paredes ficavam vários quadros publicitários da White Star Line, e na lateral ficava um piano.

Sala de Convivência - Terceira Classe

Salão de Convivência / Crédito: Titanic In Color

No lado de bombordo (esquerdo) ficava o Salão de Fumo, com a mesma decoração e mobiliário do Salão de Convivência, com diferenças mínimas como os painéis de madeira que ficaram no tom natural da madeira, o piano foi removido e bem ao canto foi instalado um bar, algo raro na terceira classe dos demais navios.

Salaão de Fumo - Terceira Classe

Salão de Fumo / Crédito: Desconhecido

Os arredores do castelo de popa era a área de passeio destinada a terceira classe, como vemos no destaque amarelo da planta baixa mais acima, um local barulhento e esteticamente poluído, devido ao grande número de maquinários como a plataforma de ancoragem, cabrestos de amarração, guindastes de carga, âncora reserva e os grandes dutos de ventilação, mais era aqui onde os passageiros da terceira classe podiam desfrutar da vista do mar, descansar nos vários bancos de madeira, passear ou simplesmente jogar baralho.

Castelo de Popa - Terceira Classe

Acima vemos a visão geral do castelo de popa e da área de passeio do Deck C para a terceira classe.

Castelo de Popa - Terceira Classe 2

Região do castelo de popa, onde é possível ver a plataforma de ancoragem e os bancos de madeira, foi nesse local onde foi retratado a cena do encontro de Jack e Rose no filme Titanic de 1997.

Você sabia

Após o naufrágio do Titanic as leis que regiam a construção de transatlânticos foram revistas, no Titanic os passageiros da terceira não tinham fácil acesso ao Deck Superior, onde ficavam os botes salva-vidas, esse ponto foi um dos vários pontos discutidos durante as investigações do naufrágio, visto que a comunicação no interior do navio era mais clara e mais sinalizada na primeira e na segunda classe. Após as investigações todos os navios foram obrigados a melhorar a sinalização no interior dos navios em todas as classes, além dos botes salva-vidas serem acessíveis a todos os passageiros. Hoje como não existe mais essa separação por classes essa questão não é mais um problema, mais as companhias de navegação são obrigadas a fazer simulações de uma possível fuga ao navio.

barra

As classes do Titanic eram completamente isoladas uma das outras, a primeira classe ficava nos decks superiores e na parte central do navio onde o balanço e o ruído eram quase imperceptíveis, a segunda classe ficava nas bordas dos Decks e a terceira classe nas extremidades onde o barulho era mais evidente. Por questões de saúde era proibido um passageiro de terceira classe ter contato com algum da primeira classe, mesmo com o rigoroso processo de inspeção sanitária que eram submetidos antes do embarque, porém as barreiras entre a primeira e a segunda classe eram mais flexíveis.

Grades - Terceira Classe

Titanic (1997 – Fox Filme)

A terceira classe era repleta de portões que os separavam das demais áreas do navio, mais isso não era a intenção da White Star Line, esses portões foram instalados para que o navio atendesse às leis de imigração dos Estados Unidos. Na época havia um temor de que os imigrantes espalhassem doenças infecciosas e era exigido que eles fossem mantidos separados para que desembarcassem primeiro em Ellis Island, onde passavam por mais procedimentos sanitários e burocráticos.

Deck Superior - Botes

Deck Superior ou Deck dos Botes

Os botes salva-vidas foram instalados no Deck Superior, que era a área de lazer da primeira e da segunda classe, não havia botes na área destinada a terceira classe, e enquanto o navio afundava eles foram mantidos em suas instalações. Quando foram liberados quase todos os botes já haviam zarpado, só restavam apenas os quatros botes desmontáveis que ficavam junto a base da primeira chaminé.

Botes - Naufragio

O inquérito britânico de 1912 concluiu que o Titanic cumpria as exigências da legislação americana de imigração vigente e que não houve uma intenção clara de trancar os passageiros de terceira classe. Além disso houve relatos durante as investigações que os passageiros não queriam abandonar o navio, muito menos abandonar seus pertences e bagagens. Com isso apenas 178 passageiros conseguiram sobreviver das 908 pessoas que embarcaram na terceira classe do Titanic.

Mais a terceira classe era mais um avanço que o Titanic ofereceu, com serviços até então destinados a primeira classe como Salão de Fumo e Salão de Convivência. Anos depois com as mudanças que o mercado sofreu a terceira classe teve seu nome alterado para Classe Econômica e suas instalações foram melhoradas para que as companhias se adequassem ao novo mercado.

Capa - Terceira Classe

Final Postagem

Capa - Titanic, a lenda que rompe décadas

Titanic, a lenda que rompe décadas

Titanic, a lenda que rompe décadas 

Nesses mais de cem anos do Titanic podemos ver como o seu legado ainda é um assunto que desperta o interesse das pessoas, a história do gigante do mares é o naufrágio mais famoso do mundo, e é difícil encontrar pessoas que não conheçam a história de arrogância do Titanic, o navio dos ricos e poderosos que naufragou em sua viagem inaugural. Para quem não conhece acesse a nossa postagem Titanic a fundo, onde descrevemos a história do famoso navio.

Titanic a lenda que rompe decadas 1

O Documentário Titanic, a lenda que rompe décadas é um iniciativa do Titânicos em Ação com o objetivo de fazer uma analogia desses cem anos do Titanic, com uma linguagem fácil e assuntos relacionados ao Titanic, desde a construção, naufrágio, pós naufrágio até as comemorações do seu centenário em 2012.

Os assuntos abordados são os mais diversos possíveis, porém vamos focar na história e no legado do Titanic, começando pela sua idealização como um dos navios da Classe Olympic, que tinham como objetivo marcar para sempre a história da White Star Line com os navios mais caros, mais luxuosos e mais tecnológicos do mundo, a grandiosidade da Classe Olympic foi idealizada para superar todos os navios em operação na época e também para consolidar a White Star Line como uma companhia de luxo.

Titanic a lenda que rompe decadas 2

Classe Olympic

Também vão ser descritos os principais ambientes do navio como a Escadaria de Proa, Sala de Leitura, Salão de Jantar, Cabines e muito mais, mostrando como o navio foi desenhado para surpreender a todos, até mesmo as acomodações da terceira classe eram consideradas de alto padrão comparadas as de certos navios da época. Os luxos e as novidades presentes no Titanic foram um start para a mudanças de paradigmas na engenharia naval, ele foi considerado um feito notável da engenharia, com navios visivelmente mais limpos em termos de maquinários comparados aos navios da concorrência.

Titanic a lenda que rompe decadas 3

2012 foi um ano repleto de acontecimentos relacionados ao Titanic, com a inauguração do Titanic Belfast, que é o maior museu sobre o Titanic do mundo e o maior projeto de empreendimentos a beira-mar na Europa. A construção desse museu garantirá que a história do Titanic será preservada para as próximas gerações.

Esses assuntos são apenas  alguns pontos que serão retratados no documentário.

Apoio

Muita pesquisa foi feita para levantar as informações do documentário, para isso contamos com parceiros nacionais e internacionais visando garantir o máximo de conhecimento e registros sobre o Titanic. Como o Titanic Belfast que é o maior museu sobre o Titanic da mundo que fica na Irlanda do Norte. No Brasil fizemos parcerias com o Titanic em Foco que é um dos mais completos blogs brasileiros sobre o Titanic, na pessoa do Rodrigo Piller, como também a White Star Brasil e o Entusiastas do Titanic, na pessoa Gabriel Sena que também são páginas dedicadas ao legado do Titanic, e dentre outros grandes parceiros de nome.

O lançamento está previsto para 14 de abril de 2016, mais publicamos a introdução do documentário que você pode acompanhar abaixo:

Final Postagem

Capa - Retrospectiva 2015

Retrospectiva 2015

Retrospectiva 2015

2015 foi um ano de grandes novidades para o Titânicos em Ação, foi nesse ano onde o blog passou por uma reformulação total, desde a interface até as postagens publicadas. Ao longo desses 365 dias todas as nossas postagens foram atualizadas e revisadas com o objetivo de garantir que o nosso conteúdo esteja sempre atualizado.

Entramos nas redes sociais FacebookInstagram, onde postamos sobre curiosidades, fatos e acontecimentos relacionados ao Titanic.

Capa - Luxos do Titanic

Lançamos várias postagens no ano de 2015, sendo as mais importantes as da Série – Luxos do Titanic que tem como objetivo descrever os ambientes do Titanic com o máximo de detalhes que conhecemos, já conseguimos postar quase todos os ambientes da primeira classe, o nosso objetivo para 2016 é concluir todos os ambientes do navio.

Série Luxos do Titanic

Acima, algumas das postagens da série Luxos do Titanic

Nossa postagem campeã de acessos esse ano foi a Titanic Hoje, onde descrevemos a situação atual dos destroços do Titanic, como também compramos com os registros originais do navio.

Capa - Titanic Hoje

As postagens mais especiais para o blog foram a Mundo Pós Titanic e a E SE?, onde foi feita uma analogia desses mais de cem anos do Titanic.

Mundo Pós Titanic e E Se

Também foi em 2015 onde conseguimos parceiros nacionais e internacionais relacionados do Titanic, como o Titanic Belfast que é o maior museu sobre o Titanic da mundo que fica na Irlanda do Norte. No Brasil fizemos parcerias com o Titanic em Foco que é um dos mais completos blogs brasileiros sobre o Titanic, na pessoa do Rodrigo Piller, como também a White Star Brasil e o Entusiastas do Titanic, na pessoa Gabriel Sena que também são páginas dedicadas ao legado do Titanic, e dentre outros grandes parceiros de nome. Isso só garante que há pessoas engajadas em manter a história do Titanic viva.

Apoio

Iniciamos os trabalhos para o Documentário Titanic, a lenda que rompe décadas, que será lançado em abril de 2016, será um documentário que descreverá uma visão geral desses mais de cem anos do legado do Titanic.

Capa - Titanic, a lenda que rompe décadas

Áreas

Em 2015 participamos do Prêmio TOP BLOG 2015, onde ainda estamos no período de votação, o resultado sairá somente em 2016. O Titâncios em Ação está concorrendo na categoria Arte e Cultura

Barra

Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 7.300 vezes em 2015. Se fosse um comboio, eram precisas 6 viagens para que toda gente o visitasse.

Relatório WordPress

Visitas - Mundo - Titânicos em Ação

Esses 7.300 acessos em 2015 é o que motiva fazer o Titânicos em Ação acontecer, hoje recebemos acessos de várias partes do mundo, onde podemos ver que o Titanic é um assunto que aguça a curiosidade das pessoas de qualquer idade e país. Para ser mais preciso em 2015 recebemos visita de 54 países, sendo os mais frequentes Brasil, Estados Unidos e Portugal.

Acessos - Países

Países mais frequentes em 2015

Em 2016 vamos continuar com o trabalho inciado em 2010, levar a história do Titanic aos quatro cantos do mundo. Você pode fazer parte dessa jornada, divulgue o Titânicos em Ação.

Compartilhe Essa Ideia - Titânicos em Ação

Clique aqui para ver o relatório completo

Capa - Retrospectiva 2015

Final PostagemRedes Sociais

Capa - E Se

E SE?

E SE?

Uma das perguntas que intrigam os fascinados pela história do lendário Titanic é: Como seria se o Titanic não tivesse naufragado? Uma questão que gera uma série de reflexões sobre tudo que conhecemos hoje, será que o seu nome seria lembrado na mesma intensidade que vemos hoje, com impressionante força mesmo mais de cem anos depois?

Chegada em NY

Crédito: James Aflood

Acima vemos a pintura de James Aflood onde retrata a chegada do Titanic em Chelsea Piers (NY), onde seria um momento de festa, afinal era a chegada do maior e mais luxuoso navio do mundo.

Quando pensamos em naufrágios logo vem em mente o famoso Titanic, o navio dos ricos e poderosos que naufragou durante a sua viagem inaugural após chocar-se com um iceberg. A história já foi explorada de diversas formas, e é difícil encontrar quem não conheça a história do naufrágio mais famoso do mundo, temos o filme com Leonardo DiCaprio e Kate Winslet para ajudar nessa tarefa.

Filme

Em 1997 o fascínio pela trágica história ficou mais evidente com o lançamento do filme Titanic, onde 400 milhões de pessoas assistiram e o tornaram o filme mais assistido e lucrativo da história do cinema. Com o sucesso do filme, o interesse pelo Titanic intensificou-se ainda mais e fez surgir centenas de livros, estudos, debates e novas teorias a respeito da causa do naufrágio.

Filme 2

James Cameron durante as filmagens de Titanic (1997)

O Titanic é considerado o maior símbolo da arrogância do homem, os navios da Classe Olympic (Olympic, Titanic e Britannic) foram idealizados para surpreender e representavam bem uma época onde se idolatrava a riqueza.

23a0b-classe2bolympic

Conheça nossa postagem Diferença do Titanic para seus irmãos aqui.

Apesar da avançada tecnologia, e de um projeto inovador, o Titanic naufragou causando grande repercussão em todo o mundo, o fato de naufragar em sua viagem inaugural repleto de figuras importantes e ostentando as mais avançadas tecnologias disponíveis da época, fez com que seu nome ficasse marcado para sempre na história. A White Star Line estava tão deslumbrada com os excelentes navios que foi capaz de produzir que acreditava que nada poderia destruí-los, a companhia chegou a anunciar o Titanic como um navio praticamente inafundável.

Naufragio

Pintura de Ken Marschall

É fato que a tragédia em torno do Titanic foi a causadora de sua fama e legado, na verdade o seu naufrágio foi o start para quebra de paradigmas em relação ao sistema naval vigente em 1912, com consequências que vemos até os dias de hoje. O naufrágio afetou seriamente o prestígio da White Star Line no mercado, a tradicional companhia britânica nunca lançou outro navio que gerou tanta repercussão.

Inquerito

Acima vemos Harold Bride (centro, na ponta da mesa) testemunhando perante a comissão americana de inquérito em 25 de maio de 1912. Ele era um dos operadores de rádio do Titanic.

O naufrágio causou enorme comoção na época e chocou a opinião pública. Nos anos seguintes, vários países adotaram leis para tornar as viagens marítimas mais seguras, com isso leis foram criadas e revistas, novas soluções foram implementadas e idealizadas, quebras de antigos padrões e comportamentos. O cenário que vemos hoje é um reflexo do que aconteceu com o luxuoso navio da White Star Line.

Barra - Luxos do Titanic

O legado mais importante neste quesito foi a assinatura, em 1914, da Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar, na qual várias nações estabeleceram protocolos unificados de segurança e resposta a acidentes em alto-mar.

Inquerito Titanic

A esquerda vemos um multidão em frente ao escritório da White Star Line em Londres, e na imagem a direita a fachada do jornal New York American sobre a cobertura do naufrágio do Titanic.

O frenesi da imprensa sobre as vítimas famosas do Titanic, as lendas sobre o que aconteceu a bordo do navio, as mudanças resultantes no direito marítimo, bem como a descoberta do local do naufrágio em 1985 fizeram a história do Titanic persistir famosa desde então.

Imprensa - Naufragio - Jornais

Vendedor de jornal em frente a aglomeração de pessoas em frente aos escritórios da White Star Line, após a confirmação da tragédia.

Mais será que se o gigante dos mares tivesse sobrevivido a trágica noite de 14 de abril de 1912 ele seria essa lenda que conhecemos hoje? Um assunto que mexe com o imaginário popular desde a confirmação do seu naufrágio, a partir desta data podemos dizer a Titanic Mania iniciava-se com seguidores em todas as partes do mundo.

titanic

O Titanic em data não definida

Se o Titanic não tivesse naufragado ele seria mais um nome de um navio que por algum período foi considerado o maior navio do mundo. Ao longo da história vários navios de peso foram lançados, desmontados e perdidos, muitas vezes de forma mais trágica e mais mortal, nomes como Mauretania, Lusitania, Aquitania, Queen Mary, France, United States, Imperator, Majestic, Normandie, Andrea Dorea, e os próprios irmãos de classe o Britannic e o Olympic não foram capazes de se imortalizar na história como o Titanic.

navios

| 1 – Mauretania | 2 – Lusitania | 3- Aquitania | 4 – Queen Mary | 5 – France | 6 – United States | 7 – Imperator | 8 – Majestic | 9 – Normandie | 10 – Andrea Dorea |

Se em 17 de abril de 1912 o então maior navio do mundo atracasse em NY no Píer 59 ele teria o mesmo destino de todos os outros grandes navios daquela época, serviria na Primeira Guerra Mundial como seus irmãos que foram requisitados como navio de tropas (HMT Olympic) e como navio hospital (HMHS Britannic), onde poderia sobreviver ou ser torpedeado pelos alemães, caso sobrevivesse voltaria ao serviço comercial e possivelmente seria vendido para sucata após anos de serviço, como o Olympic.

HMT Olympic

HMT Olympic

HMHS Britannic

HMHS Britannic

Se tudo conspirasse a favor do Titanic ele poderia se tornar um navio hotel museu como o famoso Queen Mary da Cunard, que hoje está atracado na Califórnia e recebe milhares de visitantes por ano. Para quem não sabe o Queen Mary foi o último navio da recém criada Cunard White Star Line LTD, anos depois a nova empresa assume o nome Cunard em todos os navios da nova companhia, conheça nossa postagem sobre a Cunard aqui.

the-queen-mary-hotel

O curioso é que a Classe Olympic contava com três navios sendo o RMS Olympic, RMS Titanic e o RMS Britannic, mais só o Titanic conseguiu se imortalizar com impressionante força. O Britannic por sua vez foi lançado após o Titanic e muitas pessoas nem sabem da sua existência, ele foi idealizado pela White Star Line para superar o Titanic em todos os aspectos, porém nunca foi utilizado como navio comercial, ele acabou naufragando durante a guerra.

Britannic Afundando

Conheça nossa postagem Britannic sucessor do trono do Titanic aqui.

O Olympic que foi o primogênito conseguiu sobrevier a Primeira Guerra Mundial, teve uma carreira longa de 45 anos e transportou várias celebridades, sendo conhecido como “O Velho Confiável” mais mesmo assim ele não é conhecido como o Titanic. O Olympic acabou sendo vendido para sucata em 1935, e seus itens de decoração foram leiloados e adquiridos por vários colecionadores, já que se tratavam de itens idênticos ao Titanic, visto que os dois navios foram decorados ao mesmo estilo.

Desmanche do Olympic

Conheça nossa postagem Olympic o Primogênito aqui.

Barra - Luxos do Titanic

O Titanic ganhou fama mundial e desperta o interesse das pessoas de todas as idades, mais se não fosse o seu trágico fim seria mais um navio entre tanto outros. E quase certeza que seus admiradores de hoje não o conheceria, tudo que sabemos e conhecemos a respeito poderia não existir, até o mesmo o Titânicos em Ação poderia não ter sido criado, como também o consagrado filme Titanic (1997) poderia não seria lançado e dentre outros fatores relacionados ao famoso navio que hoje  conhecemos.

Naufragio - Titanic

Pintura de Ken Marschall

As implementações que a tragédia trouxe com as novas leis e fiscalizações poderiam não ser implementadas, já que infelizmente o homem só consegue enxergar a solução para um problema quando ao inesperado acontece.

O motivo pelo fascínio das pessoas em relação ao Titanic é um mistério, hoje o nome Titanic conta com 88.200.000 de resultados no Google, centenas de sites sobre a história do navio, milhares de seguidores nas redes sociais. Ao longo anos foram lançados tudo que poderia ser vendido com o nome do navio sendo filmes, revistas, documentários, souvenirs, museus, exposições, maquetes, brinquedos, viagens, joias e diversas outras coisas, conheça nossa postagem Mundo Pós Titanic aqui.

Suviners

Mais o que importa é que em 1912 houve um navio chamado RMS Titanic que conseguiu quebrar todos os conceitos nos mais diversos aspectos, infelizmente esse legado foi construído com uma tragédia que apesar do tempo ainda é um mistério. O Titanic é um fascínio para aqueles que admiram o mundo marítimo, sendo referência até para os novos projetos de transatlânticos, seu nome estará para sempre na história como o naufrágio mais famoso do mundo. Seu nome sempre estará lembrado como um navio um dia reinou sobre as águas como o maior, mais caro, mais luxuoso e mais tecnológico navio do mundo, como diz o nosso documentário o Titanic é uma lenda que rompe décadas.

Capa - E Se

Final Postagem

Sala de Leitura

Sala de Leitura

Sala de Leitura – Série Luxos do Titanic

Quando os navios da Classe Olympic foram projetados, tanto a White Star Line quanto o engenheiro naval Thomas Andrews queriam oferecer serviços únicos e inovadores, mais conseguiram ir além, os navios ofereceram uma cobertura completa em termos de alimentação que cobria todos os salões públicos do navio como o Lounge, além de refeições completas no restaurante principal do Deck D ou no Restaurante À la Carte/Café Pasirien.  Andrews conseguiu oferecer navios luxuosos, bem divididos e principalmente espaçosos, com salões bem arejados, iluminados e ventilados, o Titanic como foi o segundo  navio  a ser lançado foi em tudo melhorado em relação ao Olympic, a Sala de Leitura era mais uma opção de salão público para os passageiros, localizado bem no coração do Deck A, em frente a Escadaria de Proa e ao lado do Lounge.

Localização - Sala de LeituraLocalizaçãoNas imagens acima podemos ter uma noção da localização da Sala de Leitura, na primeira a sua localização pela lateral do navio, na segunda vemos parte da planta baixa do Deck A do Titanic onde é possível ver a divisão dos ambientes, sendo o foco dessa imagem o Lounge, Sala de Leitura e Escadaria de Proa.

Sala de Leitura 01A Sala de Leitura, foi um ambiente projetado principalmente para as senhoras, todo revestido em painéis brancos ao estilo Georginao de 1770 fazendo com que o ambiente tivesse um ar mais delicado. As paredes e o teto eram ornamentados por elementos esculpidos e contavam com belíssimos candelabros, já no teto haviam lustres de cristal que completavam a decoração.

Detalhes do Teto e ParedeAcima podemos ver os ricos detalhes que eram esculpidos na madeira e davam um toque refinado e delicado ao ambiente.

MobiliárioO mobiliário era composto por cadeiras, sofás e poltronas servidas por mesas, além de escrivaninhas ao mesmo estilo do Salão de Fumo com papéis de cartas e envelopes para aqueles passageiros que quisessem escrever uma carta, as palmeiras completavam o ar refinado do ambiente. Na imagem acima mostra a Sala de Leitura em fase final de conclusão, percebam que os vasos das palmeiras estavam vazios, como também os candelabros das paredes estavam sem lâmpadas.

Lareira

Crédito: titanic-in-color.com

Na parede havia uma lareira disfarçada de aquecedor elétrico e sobre ela ficava um espelho oval e um relógio, como vemos da imagem acima. Sempre postamos aqui a importância do relógio nessa época, que era um item importante da decoração e estava presente em todos os ambientes do navio, pois acreditava-se que o homem controlava o tempo. O ambiente ainda contava com enormes janelas que proporcionavam uma vista privilegiada do Deck A de passeio e do oceano, além de oferecer muita luz natural.

Sala de Leitura 03Acima outro ângulo da Sala de Leitura, onde podemos ver tanto as enormes janelas que garantiam muita luz natural ao ambiente, como também a alcova lateral. Essa foto na verdade é do Olympic, pois percebam que o Deck A está aberto, já no Titanic esse Deck foi fechado até a metade com janelas basculantes de vidro, devido as reclamações dos passageiros do Olympic sobre respingos do mar.

Leia nossa postagem Diferença do Titanic para seu irmãos

Sala de Leitura 02Visão da Sala de Leitura pela alcova lateral.

Após os jantares de gala da primeira classe, era uma formalidade da época que os homens e as mulheres deveriam se separar em suas atividades, os homens se direcionavam ao Salão de Fumo e as mulheres poderiam se direcionar a este ambiente para conversar, tomar um chá ou para uma simples leitura.

Sala de Leitura 04

Crédito: Desconhecido

Mesmo com todo o cuidado no momento da elaboração da Sala de Leitura a mesma não era muito frequentada pelos passageiros devido a preferência pelo Lounge, uma das reclamações dos passageiros era o excesso de iluminação, causando irritação nos olhos e esquentando o salão, essa era uma das preocupações da White Star Line que queria todos os ambientes bem iluminados.

LustresAcima vemos uma parte dos vários lustres que compunham a Sala de Leitura causando o excesso de iluminação, além dos muitos candelabros o salão contava com muita iluminação natural, o que acabou gerando rejeição por parte dos passageiros.

O Britannic após as várias modificações Pós Titanic contou com uma Sala de Leitura reduzida e integrada ao Lounge, a maior parte da antiga Sala de Leitura foi transformada em cabines de primeira classe, pois a White Star Line queria que seus navios transportassem mais passageiros, mais tentando ao máximo manter a fama de navios arejados e espaçosos. Redução da Sala de LeituraAcima podemos entender melhor a redução da Sala de Leitura onde mostra todo o Deck A do Titanic e em vermelho as alterações no Britannic.

Leia nossa postagem Diferença do Titanic para seu irmãos

A Sala de Leitura foi totalmente destruída quando o Titanic naufragou em 1912, pois quando a proa se chocou contra o leito oceânico acabou destruindo muitos Decks, pelas pesquisas feitas não foram encontrados artefatos desse ambiente na região dos destroços ao redor das ruínas do Titanic. Abaixo a possível localização da Sala de Leitura nas ruínas do Titanic.

hojeConheça nossa postagem Titanic Hoje.

Barra - Luxos do Titanic

Sala de LeituraFinal Postagem